Tratamento de canal a laser: como funciona

Ter que tratar um canal já se tornou uma coisa que as pessoas estão habituadas a ouvir e tantas até a passar por isso. No entanto, o que ainda está relativamente novo no segmento da odontologia é a possibilidade de fazer um tratamento de canal a laser. Mas primeiro de tudo, é preciso entender como um procedimento de canal funciona.

O tratamento de canal tem como intuito reparar e salvar dentes bastante danificados ou infectados. O procedimento remove a polpa do dente (área danificada), limpa e desinfeta o mesmo. Depois disso o dentista preenche e sela o local que foi tratado. É um processo complexo e demorado, que pode levar de uma até três consultas com o endodontista.

Eficácia do tratamento de canal a laser

Uma das maiores reclamações de pacientes em relação ao desconforto com o procedimento de canal é a demora que o mesmo pode levar. No entanto, com o tratamento de canal a laser esse cenário pode não ser o mesmo daqui para frente. Essa tecnologia se faz uma alternativa eficaz para ajudar o endodontista (dentista especializado na parte interna do dente).

O papel do laser de alta potência no tratamento de canal a laser é na hora de desinfectar o dente. Logo após a remoção da polpa, uma fibra óptica é inserida dentro da cavidade e o laser é aplicado. Além de tornar o processo mais rápido, o laser garante uma desinfecção mais completa, que diminui a possibilidade da refação do tratamento de canal.

O laser de alta potência não está disponível em todas as clínicas odontológicas do Brasil, uma vez que essa é uma tecnologia que vem da Europa. Por isso, o paciente deve confirmar com o consultório caso seja sua vontade fazer um tratamento de canal a laser. O laser também pode ser usado na remoção de:

  • Bactérias;
  • Tártaro;
  • Herpes;
  • Cáries;
  • Outros procedimentos odontológicos.

Cuidado na escolha do profissional

O tratamento de canal a laser se configura como uma cirurgia, e por isso não pode ser feito por um profissional qualquer. É importante que o paciente se certifique que o cirurgião-dentista seja um endodontista e ainda que possua registro no CRO (Conselho Regional de Odontologia).

Publicações Relacionadas

Regiões onde a Consulta Ideal atende tratamento de canal a laser: